quarta-feira, 19 de outubro de 2011

A Pesada Pedra Onírica

O sonho cansa e desgasta mais do que a própria realidade; vivendo a vida pela vida sem uma segunda vida que, não é mais do que uma tentativa fugaz de fuga, elimina-se a possibilidade de virmos a padecer da doença da desilusão cujos sintomas são insuportáveis, tendo como fim uma morte em vida.
Fizeram-nos crer que “o sonho comanda a vida”, quando na verdade é a vida, tão cruelmente real, que comanda o sonho, incentivando-o a seguir um caminho menos sinuoso com o propósito de encontrar, por sua vez, um destino ideal e deslumbrante, onde impera o sucesso, palavras bonitas, relações perfeitas, cores poéticas, músicas saídas do céu que estimulam a felicidade em cada acto, enfim... Imediatamente nos apercebemos que foi a vida que nos encaminhou para esta vida ficcional, proporcionando tudo aquilo que a dura realidade não pode oferecer.
E é nesta competição entre a vida e o sonho que o cansaço e o desgaste vencem. Talvez seja aconselhável não sonhar e viver na simplicidade da resignação.

19/10/2011

1 comentário:

Anónimo disse...

Que primor de escrita, que pertinência de reflexão!